Pular para o conteúdo

Escala de Beaufort

quarta-feira, 12 dezembro, 2007 @ 1:13 am
by

Desde os primórdios das navegações à vela os marinheiros desenvolveram uma escala de vento associando sua velocidade com o estado do mar.

Sir Francis Beaufort, em 1805, bolou uma tabela que foi adotada oficialmente em 1834 pela marinha britânica e ficou conhecida como Escala Beaufort.

Força

Designação Vel.(nós) Aspecto do
mar
Influência em
terra
0 calma 0~1 Espelhado. A fumaça sobe
verticalmente.
1 aragem 2~3 Mar encrespado com
pequenas rugas, com a aparência de escamas.
A direção da aragem é
indicada pela fumaça, mas a grimpa ainda não reage.
2 brisa
leve
4~6

Ligeiras ondulações (30cm), com cristas, mas sem arrebentação.

Sente-se o vento no
rosto, movem-se as folhas das árvores e a grimpa começa a
funcionar
3 brisa
fraca
7~10 Grandes ondulações de
60 cm com princípio de arrebentação. Alguns “carneiros”.
As folhas das árvores
se agitam e as bandeiras se desfraldam.
4 brisa
moderada
11~
16
Pequenas vagas de 1,5
m mais longas com frequentes “carneiros”.
Poeira e pequenos
papéis soltos são levantados. Movem-se os galhos das árvores.
5 brisa
forte
17~
21
Vagas moderadas em
torno de   2,4 m de forma longa. Muitos “carneiros”. Possibilidade de
alguns borrifos.
Movem-se as pequenas
árvores. Nos lagos a água começa a ondular.
6 vento
moderada-mente forte
22~
27
Grandes vagas de até
3,6 m. Muitas cristas brancas. Probabilidade de borrifos.
Assobios na fiação
aérea. Movem-se os maiores galhos das árvores. Guarda-chuva usado com
dificuldade.
7 vento
forte
28~
33
Mar grosso. Vagas de
até 4,8 m de altura. Espuma branca de arrebentação; o vento arranca partes
de espuma.
Movem-se as grandes
árvores. É difícil andar contra o vento.
8 ventania 34~
40
Vagalhões regulares de
6 a 7,5 m de altura. Faixas com espuma branca e arrebentação.
Quebram-se os galhos
das árvores. É muito difícil andar contra o vento.
9 ventania
forte
41~
47
Vagalhões de 7,5 m com
faixas de espuma densa. O mar rola. O borrifo começa  afetar a
visibilidade.
Danos nas partes
salientes das árvores. Impossível andar contra o vento.
10 tempestade 48~
55
Grandes vagalhões de 9
a 12 m. O vento arranca as faixas de espuma; a superfície do mar fica toda
branca. A visibilidade é afetada.
Arranca árvores e
causa danos na estrutura dos prédios.
11 tempestade violenta 56~ 65 vagalhões
excepcionalmente grandes, de até 13,5 m. a visibilidade é muito afetada.
Navios de tamanho médio somem no cavado das ondas.
Muitos estragos em
edificações.
12 furacão 66~ Mar todo de espuma.
Espuma e respingos saturam o ar. A visibilidade é seriamente
afetada.
Grandes
estragos.

Fonte: CPTEC – Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: