Skip to content
Anúncios

Uma Jóia Rara

segunda-feira, 21 julho, 2008 @ 12:57 pm

Que barco é esse? ? Deixe seu pitaco nos comentários No post Aranha Aquática da série “Que Barco é Esse?”, o Ivan do Taai-Fung II rapidamente deu seu pitaco e acertou na mosca. Para ver mais fotos da super-máquina de carbono Earthrace clique aqui.

Agora eu quero saber o nome e um pouco da história dessa jóia feita em aço aí do lado. Este barco, que navega com bandeira brasileira, já pertenceu a Dirceu Fontoura (o filho do criador do biotônico que 10 entre 9 crianças do Brasil já teve que engolir). No seu livro de registro de visitantes constam figuras ilustres como o rei Gustave e a rainha Silvia, da Suécia; Alexander Fleming, o descobridor da penicilina; o rei Roberto Carlos; a eterna Miss Brasil Martha Rocha; o ator Telly Savalla, que imortalizou o Kojak, entre outros.

Que barco é esse? Deixe seu pitaco nos comentários aí embaixo.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. guiherme escalhão permalink
    segunda-feira, 21 julho, 2008 @ 5:36 pm 5:36 pm

    Hélio, essa é fácil.

    É o Atrevida.

    Bom cruzerio e mande notícias. Quem não pode ir esse ano está aqui acompanhando “avidamente” pelo blog.

    Bons Ventos

    Curtir

  2. Enio e Lu permalink
    segunda-feira, 21 julho, 2008 @ 7:06 pm 7:06 pm

    O barco da foto é o ATRVIDA.

    Curtir

  3. Enio e Lu permalink
    segunda-feira, 21 julho, 2008 @ 7:06 pm 7:06 pm

    ATREVIDA

    Curtir

  4. miroca permalink
    terça-feira, 22 julho, 2008 @ 5:53 pm 5:53 pm

    oi hélio eu tb acho que é o atrevida, que acabou de ser reformado no guarujá já esteve fora do brasil, está de volta. MIROCA

    Curtir

  5. quarta-feira, 23 julho, 2008 @ 11:36 am 11:36 am

    Olá Helio, depois da invenção do Google tudo ficou mais fácil. O lindo veleiro é o Atrevida, um projeto Herreshoff de 80 pés (alguns dizem 95 pés) lançado em 1923 com o nome de Wildfire e venceu a Astor Cup em 1924. Na segunda guerra mundial foi utilizdoa com o barco patrulha (por ser um veleiro não podia ser detectado pelos sonares dos submarinos inimigos) .Comprado por Jorge de Mattos em 1946 e depois por Dirceu Fontoura (do Biotônico Fontoura) em 1949. Abandonado por muito tempo, quase virou sucata mas foi recuperado e em 2005 já estava em forma novamente.

    Curtir

  6. terça-feira, 26 agosto, 2008 @ 5:15 pm 5:15 pm

    Guilherme, Miroca, Enio e Lu

    É isso aí. A jóia rara é o Atrevida.
    Tivemos o prazer de ficar ao seu lado, no píer em Ilhabela. Nosso amigo Átila é o novo skipper e nos permitiu uma rápida visita (tivemos que usar babador, para não sujar o interior).

    Ivan,

    Parabéns pela pesquisa no Google. Acho que dá pra usar num post futuro contando a saga desse belo veleiro.

    Bons ventos a todos,

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: