Skip to content
Anúncios

Escala de Viagem – Fortim

segunda-feira, 22 dezembro, 2008 @ 3:32 pm

Próximo a foz do Jaguaribe, no Canto da Barra em Fortim - Foto © Hélio Viana

Já sabíamos da existência de Fortim pelos relatos de Bel e Bob do veleiro Bicho Vermelho, que ficaram por lá uns 15 dias, em abril de 2002, quando velejavam subindo para o Caribe.

Fortim está a 127 Km de Fortaleza e a 18 Km de Aracati. A cidade, que não tem praia, fica às margens do Rio Jaguaribe lá pela latitude 04º 27’ Sul e longitude 37º 47’ Oeste. Do Canto da Barra, na direção da foz do rio, antes do Pontal do Maceió, dá para ver as dunas de Canoa Quebrada, A balsa para Canoa Quebrada - Foto © Hélio Vianaque está só a 6 Km pela praia, e existe, inclusive,  uma balsa para atravessar os carros para o outro lado do rio.

Diz a página da Prefeitura que o município tem este nome como “variação de Fortinho, em homenagem ao forte que fora construído no local. Os relatos mostram que a expedição de Pero Coelho de Souza, em 1603, baixou acampamento nessa parte do litoral. Deixou como lembrança histórica o Forte Nova Lisboa ou Nova Lusitânia”.

Mas o interessante para os que vivem boiando é o apoio náutico instalado no Canto da Barra.

Henrique e sua roupa de trabalho - Foto © Hélio Viana Henrique, um paulista de Jundiaí, já procurava um cantinho para se estabelecer quando, em 1998, desceu de Fortaleza velejando num Brasília 32’ de um amigo. Entrou barra adentro, se encantou com o lugar e não saiu mais. Pouco tempo depois negociou uma área na beira d’água e montou uma bem organizada oficina autorizada de motores Mercury e uma marina para lanchas e jet-skis. Este ano terminou a construção de um píer enorme, vai O Pier da Marina de Henrique - Foto © Hélio Vianapuxar um ponto de água e luz, está instalando uma estação de rádio VHF e se propõe a dar todo o apoio a quem quiser se aventurar de barco pelo delta do Jaguaribe.

Segundo o relato de Bel e Bob, a barra é em forma de “Z” e curta. Eles chegaram a encalhar, mas no canal navegaram em 3 metros e meio de profundidade, faltando duas horas para a maré cheia. O ideal é avisar ao Henrique, nos fones ( 88 ) 3413-1585 ou 3413-1470, que ele providencia um prático.

O Gaia em Fortim - Foto © Hélio Viana Passamos pouco tempo em Fortim. Chegamos de carro pela CE-040, na realidade uma escala na viagem para Fortaleza, mas deu para comer um delicioso robalo no leite-de-coco no Restaurante do Flávio e foi uma das boas surpresas que o litoral do Ceará nos apresentou (quando voltarmos, e vamos voltar, isso vai valer um post na seção Lugarzinho do MaraCatu Weblog).

A outra surpresa foi achar por aqui o veleiro Gaia, um multichine 28’ projetado por Cabinho, por enquanto o único veleiro na marina de Henrique.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Milton permalink
    segunda-feira, 15 agosto, 2011 @ 8:30 pm 8:30 pm

    É uma pena que este belo veleiro estaja afundando a beira do rio…já está no caso dos sem jeito. Muita coisa mudou no Fortim, o pier ja nao é mais o mesmo, e muitos outros aspectos vem sendo diferenciados…

    Curtir

    • terça-feira, 23 agosto, 2011 @ 3:21 pm 3:21 pm

      Milton,

      Dá sempre muito dó ver um barco abandonado. Pena, também, é saber que as coisas mudaram para pior aí em Fortim. Vou ficar aqui torcendo por uma melhora. Mesmo assim o lugar vale uma visita e não deixa de ser um porto seguro nesta costa de tão poucas opções para estar de veleiro.
      Bons ventos sempre,

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: