Skip to content
Anúncios

Zé Bob, Donatella e Dairton

quinta-feira, 12 fevereiro, 2009 @ 12:07 am

Hélio entrevistando Dairton - Foto © Mara Blumer Essa história de editar um blog mudou um pouco minha rotina de viagem. Antes gostava de fotografar e conhecer a cultura das pessoas locais, agora olho as coisas com olhos de poder contar uma historinha depois.

Em nossas andanças atuais, além da máquina de retrato, carrego um bloquinho de notas porque sempre encontramos umas figurinhas carimbadas pelo caminho. Se este ofício não existia, acho que além de fotógrafo, virei um repórter de blog.

Em Canoa Quebrada vi um casal de jumentos todos emperiquitados (ela com um buquê de flores vermelhas na cabeça e ele usando um boné de grife) seguidos por um homem de chapéu de palha e óculos escuros. Corri para fotografar, mas eles foram mais rápidos do que eu. Depois, caminhando pela praia, encontrei o trio em frente ao segundo símbolo da Lua e da Estrela esculpido na falésia. Foi fácil puxar um papo.

“Eu me chamo Dairton, ao seu dispor e ao vivo e a cores. Esse aqui de boné é Zé Bob e a com flores na cabeça é Donatella”, foi logo se apresentando o jovem empreendedor. Dairton trabalha na praia há mais de vinte anos, sempre alugando sua parelha de jumentos para a turistada dar uma volta ou tirar uma foto em frente ao ícone de Canoa.

Dairton, Donatella e Zé Bob - Foto © Hélio VianaQuanto custa para tirar uma foto com Zé Bob e Donatella? “Não tem um preço fixo, você pode dar o que quiser, tipo assim uma ajudazinha para comprar o miojo para eles comerem. Agora se quiser fazer um passeio é 10 reais por pessoa”. Um passeio de quanto tempo? “As pessoas andam só um pouco. Elas acham que os bichos, por serem pequenos, são fracos. Ora, eles aquentam bem o trabalho, nesse tempo todo de praia esse aqui é o terceiro casal de jumentos que tenho”.

E eu posso tirar uma foto sua? “Claro que sim e não vou cobrar nada não. Inclusive a Globo já contratou a gente para aparecer no programa Malhação, que estão filmando aqui. Não é a primeira vez que trabalho com isso. Já fui ator no filme Bela Donna, já viu? Aquele com Florinda Bolkan e Letícia Sabatella”.

Pode? Fui fotografar um casal de jumentos e achei um ator! São estas figurinhas carimbadas que encontramos por aí que justificam as escalas da viagem.

Bela Donna é um filme de Fábio Barreto de 1998, tem o roteiro baseado no romance Riacho Doce do paraibano Zé Lins do Rego e apesar do enredo se passar em Morro Branco, também no litoral cearense, as locações foram em Canoa Quebrada. A critica fez cara feia e apelidou o filme de Peladona (uma referencia as cenas tórridas da atriz americana Natasha Henstridge, a tal da Donna, e Eduardo Moscovis, o Nô, um pescador cearense fluente em inglês). Eu não vi o filme, mas agora vem a futrica: dizem que o nu de Eduardo Moscovis valia, na época, o ingresso.

Anúncios
No comments yet

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: