Skip to content
Anúncios

Caras – Náutica – A largada

sábado, 14 fevereiro, 2009 @ 4:31 pm

A Largada - Foto © Hélio Viana

Faltou luz, que dizer, energia. Optei por seguir no barco da Comissão de Regatas, ou CR para os íntimos, e fiquei a ver navios. O lepitopi descarregou e não consegui postar nada durante a regata. Mas vamos lá, direto de Itanhangá, aqui vai a largada.

Bandeira Recon hasteada na CR, o vento contratado na internet não apareceu. A tripulação feminina do Seu Tatá, um Delta 45, passa a deriva do lado da CR cantarolando em ritmo de samba: “Não deixe o vento morrer, Não deixe o vento acabar, Regata precisa de vento…”.

Tivemos que esperar 50 minutos para uma aragem comparecer. Pedro Paulo, o mestre de cerimônias da largada, abaixa a Recon e às 13:45 e começam os preparativos.

Às 13:50 foi dada a largada, e…. nada. Mesmo assim as maquinas de regatas da Classe ORC, que navegam sem ter vento, saíram. Já no segundo grupo, os barcos da classe cruzeiro, parece que os regateiros estavam sedentos, foi um tal de todo mundo pedir água! Os barcos deviam estar carentes, pois alguns chegaram até a se beijar.

Na realidade a regata foi dividida assim: o primeiro grupo foi ORC, depois vieram Yanmar, Volvo Penta e, na rabeira, os que têm motor de popa.

Anúncios
No comments yet

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: