Skip to content
Anúncios

Stairway to Heaven – Serra do Rio do Rastro

sábado, 25 abril, 2009 @ 7:30 pm

O caracol da Serra do Rio do Rastro - Foto © Hélio Viana

Vida de turista é atribulada. Dormimos às 3, acordamos às 6, pegamos a estrada e rodamos uns 530 km. Fomos conhecer a Serra do Rio do Rastro que, apesar de pouco explorada, é uma das jóias de Santa Catarina.

Mara, Helio e Gy - Foto © Pratts Descemos a BR-101 no sentido sul até o través de Laguna, o ultimo abrigo seguro para barcos antes de Rio Grande, quando, mais adiante, viramos para oeste. Por bombordo ficou a Lagoa de Imaruí que é ligada a Laguna. Já na SC-438 passamos pela cidade de Gravatal, famosa por suas termas – a água brota da terra com temperaturas em torno de 38º graus, e chegamos ao município de Lauro Müller. Aí começa a subida em direção ao paredão da jurássica Cordilheira  da Serra Geral, formada há uns 130 milhões de anos.

As encostas da Serra do Rio do Rastro, ou serra das 12 curvas, ficam em Lauro Müller e o planalto em Bom Jardim da Serra. São 230 km desde Floripa até a lanchonete na altitude de 780m que marca o inicio da escadaria para o céu. O transito é intenso, o pavimento, da década de 80, é de concreto já que é complicado asfaltar uma parede e tem cada curva que dá até pra ver a placa traseira do carro (os ônibus, às vezes, têm que dar ré para conseguir fazer os cotovelos mais fechados).

As curvas são como um cotovelo - Foto © Hélio VianaO dia estava nublado, mas a cada curva o visual ficava mais bonito. São vários mirantes e paramos em quase todos, mas sempre com um olho no topo já que as nuvens ameaçavam fechar tudo de vez. Na época das fortes chuvas, surgem verdadeiras cachoeiras caindo na estrada. Em certos trechos o concreto é cheio de sulcos, como o grooving de uma pista de pouso, para evitar a aquaplanagem. Fiquei imaginando a dificuldade dos desbravadores que abriram esta estrada nos idos de 1870 (foi concluída em 1903). O formato de serpente foi dado pelos tropeiros com seus burros de carga. Estes animais subiam a serra procurando sempre o melhor caminho e muitos devem ter despencado no precipício.

Monumento aos tropeiros - Foto © Hélio Viana Chegamos ao topo e não deu outra: a viração, um tapete branco de nuvens, fechou tudo abaixo dos nossos pés. Ficamos nas nuvens, aos 1421m acima do nível do mar, curtindo um friozinho de 12ºC e respirando um ar tão puro que, para um fumante inveterado como eu, chegava a arder no nariz. No mirante tem umas lanchonetes e um amplo estacionamento. Entre um clic e outro, os turistas alimentavam um bando de quatis viciados em torrones. Lá de cima, nos dias límpidos é possível enxergar o caracol gigante e o mar a mais de 100 km de distância, mas essa vista fica para a próxima vez.

Alimentando os quatis - Foto © Hélio VianaRecentemente foi instalada uma turbina eólica que fornece energia para iluminar a subida da serra. Nas fotos noturnas, que ví na lanchonete, a Serra do Rio do Rastro parece uma serpente de luz. Como suas curvas, são 12 km de um visual inesquecível. Um dia eu volto.

Aqui tem umas fotos antigas e acolá um vídeo da descida da serra com muuita chuva.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. domingo, 26 abril, 2009 @ 5:59 pm 5:59 pm

    Alter do chão que fica perto da cidade que se chama Santarem. Por momentos pensei que estava a lêr mal, pois essas localidades são bem Portuguesas excepto na proximidade e pelo facto de que em Alter do chão não existe praia. Semelhanças que concerteza a historia comum dos nossos Paises explicará.

    Curtir

  2. domingo, 3 maio, 2009 @ 8:16 am 8:16 am

    È um Brasil diferente, principalmente para quem, como eu, quando rumo para essas bandas apenas procuro…praia. No imaginario de qualquer portugues é facil relacionar o vosso país quase exclusivamente com calor, praias, morenas e carnaval, não sei muito bem se por esta ordem (desconfio que não).Quando era mais novo lia umas revistas que relatavam viagens de moto pela America do sul e ai dava para vêr que a praia é um pormenor de um conjunto soberbo e deslumbrante.
    Quando ao lêr no texto a referencia ás curvas apertadas e inclinações acentuadas, lembrei-me que na Ilha da Madeira existem aldeias em lugares tão inclinados que os automoveis só podem circular porque o piso é em cimento e tem uns relevos asperos para poder agarrar os peneus, no meio do trilho para os peneus existe os degraus para as pessoas. Os animais pastam amarrados para não cairem para o precipicio.

    Curtir

    • segunda-feira, 4 maio, 2009 @ 12:07 am 12:07 am

      Conde,

      Estais se mostrando um expert em Brasil. Tens razão, existe muito mais do que carnaval, mulher bonita e Praia dos Carneiros. Quando conheceres com teu barco a Baía de Angra dos Reis há de me dar razão: são ilhas, ancoragens paradisíacas, cachoeiras e mata Atlântica se debruçando na água!
      Te espero por aqui e bons ventos sempre,

      Curtir

  3. terça-feira, 28 setembro, 2010 @ 3:49 pm 3:49 pm

    Oi

    Estamos lançando um blog de viagens e junto com ele a promoção DECOLE COM SEU BLOG.

    Selecionamos 30 blogs interessantes de turismo para convidar a participar e encontramos o seu.

    Escreva um post sobre uma de suas viagens, nos envie e avise a seus amigos para acessarem nosso blog e votarem. A nota mais votada ganhará uma viagem!!!

    Você se garante? Então convide outros bloggers como você para participar da promoção.

    Você não é o único! Siga-nos em http://www.twitter.com/blogdecolar e em Facebook e conheça as regras (as regras começarão a ser postadas dias 29/09/10).

    Deixamos este comunicado como comentário por não ter encontrado o seu endereço de email. ; )

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: