Skip to content
Anúncios

Pajé por aí

segunda-feira, 22 junho, 2009 @ 12:07 am

Pajé em Admiralty Bay © pajeporai.blogspot.com

O Pajé, um 46′ de alumínio, anda por aí desde 2004, quando Mario começou a viver seu grande sonho de morar a bordo. Lembro do Pajé por aqui, no Bracuhy, já que até 2006 ele ficou zanzando entre Paraty e o nordeste brasileiro. Foi quando Paula se incorporou à tripulação como primeira-dama, diretora administrativo-financeira, chef de cozinha e relações públicas.

Ainda não conheço o casal, são meus amigos virtuais. Descobri o blog Pajé por aí por conta do relato de Bel do Bicho Vermelho, que cruzou o Canal do Panamá a primeira vez como hand liner no Pajé e agora estão “fazendo” o Pacífico juntos. Hoje eles devem estar por Fakarava, mas nos mandaram o relato abaixo. É de dar água na boca, né?

Atento, atento MaraCatu, copia Pajé?

Mauro numa soneca no Pajé © pajeporai.blogspot.comEstamos ancorados no maravilhoso atol de Manihi, em Tuamotu. Ao redor, sete outros veleiros, incluindo dois brasileiros, nossos amigões Bicho Vermelho e Itusca. Somado a isso, temos toda a hospitalidade do Fernando e amigos, moradores locais que nos acolheram muito bem. Estamos em casa…

Essa ancoragem é das melhores: abrigada, internet wifi grátis de um hotel próximo e o Fernando ainda entrega baguetes fresquinhas de manhã… Quase todas as tardes vamos mergulhar no passe para garantir uns peixinhos para o jantar. A água é incrivelmente clara e azul, com muitos peixes e tubarões. Ficamos de olho no que eles arpoam por aqui para não pegarmos nenhum peixe com ciguatera. Só que pelo que estou vendo os caras aqui não perdoam nada! Budião (parrot fish) bobeou vai pra panela.

Dá pra perceber que a vida tá boa, né?

Paula em Kuna Yala © pajeporai.blogspot.com Para vir das Marquesas foram três dias e meio onde tivemos calmaria, seguida de nuvens lotadas de chuva e ventos fortes que rondavam pra todo lado, e depois calmaria de novo. Ou seja, usamos o motor pra acelerar, depois tivemos que rizar as velas pra desacelerar e depois usar o motor de novo para poder chegar na hora certa no passe. Contraste total com nossa velejada de vinte e cinco dias das Galápagos até as Marquesas, quando foi tudo tão pacífico e suave que as maiores emoções vieram dos dourados que pescamos e das deliciosas refeições preparadas pela Paula. Um sonho de travessia.

Em breve devemos zarpar para Fakarava, umas cem milhas ao sul e de lá explorar alguns atóis mais remotos antes de rumarmos ao Tahiti. Continuamos ligados no blog de vocês, um beijão!

Mario e Paula.

Para saber por onde o Pajé anda clique aqui e acolá para ver os álbuns do Bicho Vermelho.

Anúncios
No comments yet

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: