Skip to content
Anúncios

Delivery é trabalho?

segunda-feira, 17 agosto, 2009 @ 12:07 am

O entardecer em Búzios é de tirar o fôlego - Foto © Hélio Viana

Nessas idas e vindas em barcos de amigos nunca embarcamos trabalhando (opa, trabalho sempre tem, leia-se contratados), mas numa manhã quente do final de fevereiro recebi uma ligação de David Hermida do Guma nos pedindo para levar para a Bahia um catamarã de 47 pés que foi construído num estaleiro perto da Marina Bracuhy, em Angra dos Reis.

– Mas David, subir para Salvador em pleno verão com o nordeste comendo solto? Você sabe que até Abrolhos é vento na cara.

– Sim, mas vocês conseguem. O barco está pronto e o proprietário Zé Tudi mais o marinheiro Luiz chegam aí amanhã. Ah sim, eles têm que chegar aqui até o dia 8 de março.

No focinho do Cabo Frio Luiz  garantiu o almoço - Foto © Hélio Viana Só deu tempo de fazer uma inspeção no barco e depois de 35 segundos pensando decidimos: ok, vamos assumir esta responsabilidade. Pegamos a previsão de tempo, que era de calmaria, e partimos nos familiarizando com o Bahia Cat à vela e no motor. No fim da tarde, antes de chegarmos na Ilha da Marambaia, que fecha a boca da Baía da Ilha Grande, pegamos uma mini frente fria não prevista que trouxe um sudoeste na medida e tantos pipocos e raios que a noite virou dia. O Tudi ficou um pouco apreensivo, Mara queria voltar para poupar a tripulação, mas parar com vento a favor? Por sorte o mar não tinha crescido e antes do Sol quebrar a barra já tínhamos deixado o Rio em nossa popa.

Mara e Tudi na dureza da velajada - Foto© Hélio Viana Búzios tem o único posto de abastecimento para barcos que conheço que não tem combustível, mas vende… água! Depois de encher os tanques de diesel (comprado de táxi, em bombonas) e descansar um pouco, pois não é que o pouco de vento nordeste que tinha merrecou? Vamos embora! Foi uma noite maravilhosa com os motores em baixa rotação e as velas cheias por um terralzinho providencial. Dava gosto de ver o prazer do Tudi curtindo seu barco enquanto saboreava um bom tinto. Ficamos de papo até altas horas na madrugada, quando o grande pescador Luiz assumiu seu turno de vigília.

Outra parada técnica em Vitória. Depois de um lauto almoço no restaurante O Pirão, no fim da tarde saímos com a idéia de mergulhar em Abrolhos que eles não conheciam. Não deu. O nordeste mostrou seus dentes e as pancadas eram tantas que podia quebrar alguma coisa no barco. O Bahia Cat foi o mais baixo catamarã de todos os que já velejamos até hoje.

O plano B foi voltar e procurar abrigo no porto da Aracruz Celulose, em Barra do Riacho, até o vento diminuir. Não deu de novo. Quando já víamos o molhe se formou O Pirajá, o mais violento dos que já enfrentei. A nuvem veio de terra, fechou o tempo, nos abraçou e soprou com vontade. Por sorte já tínhamos arriado os panos e o remédio foi pegar o rumo do abandono com o vento a favor para Caravelas. O mar ficou branco e a chuva era horizontal, Luiz vestiu sua roupa de neoprene pra ficar comigo no cockpit. Soprava tanto que a buja do enrolador interno, que estava enrolada folgada, encheu de vento acima e abaixo da escota formando um  lindo e barulhento cálice. Foi uma noite Luiz e seu troféu dourado - Foto © Hélio Vianamolhada e balançante até o mar se organizar com a nova direção do vento. Depois soubemos que o estrago foi grande em Vitória.

Chegamos em Caravelas embaixo de um vento nordeste de respeito, orçando com vela e motor entre os arrecifes. Era carnaval e fomos pra night com direito a carro alegórico e mulheres seminuas. A navegada para a Baía de Camamu, onde comemos uma deliciosa moqueca, foi uma bela motorada com muitas pizzas no forno e cervejas geladas.

A entrada na Baía de Todos os Santos foi triunfal, com todas as velas em cima e com o catamarã andando que só vendo. O Tudi confessou que era um sonho antigo chegar a Salvador velejando seu próprio barco. Na tarde do dia 4 de março amarramos o Bahia Cat na Marina de Itaparica e fomos festejar com David e Vera do catamarã Guma que já nos esperávamos.

O Bahia Cat em casa, no Angra dos Veleiros - Foto © Hélio Viana Assim foi meu primeiro delivery. E o primeiro a gente nunca esquece. Fizemos o trecho em 12 dias (navegamos as 893 milhas em cinco dias e meio), sem quebrar nada, com bons momentos e em boa companhia. Além de uma bela gorjeta e de uma semana de “férias” em Salvador, ganhamos mais um amigo, já que conhecíamos Luiz de outras escalas no Iate Clube Angra dos Veleiros. E ainda dizem que delivery é trabalho…

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Ricardo Montenegro (MACANUDO) permalink
    segunda-feira, 17 agosto, 2009 @ 6:26 am 6:26 am

    Caro Hélio,

    Acabei de chegar em Santo Andre(BA)e achei que daqui era o melhor lugar para te escrever e dizer que foi uma honra ver a foto do Macanudo no Maracatu Weblog.

    Aproveitei para ler alguns dos seus últimos artigos e me confesso impressionado com a evolução deste amigo como jornalista. Está muito boa a maneira como escreves e como vens interagindo com a galera que te acessa.

    Este ano, o Macanudo não vai até Noronha. Pretendemos chegar para a Regata de Aratu-Maragojipe, depois deixaremos o barco no Clube para dar um pulinho em Paraty/Rio e voltaremos em Outubro para embarcar e descer (ou subir como queiras) novamente .

    Beijos e abraços para você e para a nossa Grande Comandante Mara.

    Ricardo e Ana Lécia

    Curtir

    • terça-feira, 18 agosto, 2009 @ 2:57 pm 2:57 pm

      Ricardo e Ana Lécia

      Eita, quanta saudade de Santo André.
      Grato pelas palavras de incentivo, mas jornalista? Menos Ricardo, menos. To mais pra viajante profissional.
      Recebi de Gusmão o folder eletrônico com itinerário do Macanudo e não me toquei que era só até Salvador. Na volta passe aqui pra botar o papo em dia.
      Beijos e abraços procê e pra marauense e sempre bons ventos.

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: