Pular para o conteúdo

Careca e o almoço grátis

sábado, 22 agosto, 2009 @ 12:40 am

Praia do Cachorro - Foto © Hélio Viana

E eu que acreditava ser proibido pescar em Fernando de Noronha. Não é! Você pode pescar desde que use só linha e, mais importante, sem entrar no Parque Nacional Marinho, que ocupa 2/3 da ilha, mas deixa de fora os peitos da Fafá, digo, os morros Dois Irmãos e a Baía de Santo Antônio.

Numa das esticadas à praia do Cachorro, presto atenção em um pescador se equipando: nadadeira, óculos de mergulho, uma pequena bóia e um carretel de linha. Só isso? Pergunto cheio de curiosidade.

Aqui a gente pesca de linha de mão, me explica Henrique, o pescador com pinta de surfista. É assim: fico boiando em cima dos peixes e escolho o que me apetece. Depois é só deixar o anzol, iscado com pedacinhos de peixe, descer até a boca do escolhido e quando ele morder, e sempre morde!, é só puxar. Pronto, está garantido o almoço.

Henrique Careca e a fragata - Foto © Hélio Viana

Lá pelas 14:30 (sei da hora não por ter anotado, mas porque  a maquina gravou junto com a foto ao lado e somei mais uma pra ficar igual à de  Brasília), depois de limpar os peixes Henrique me convidou para dividir o resultado da pescaria. Foi só deixar um pouco no braseiro, já aceso na churrasqueira da barraca de Pipoca, e depois saborear os pequenos vermelhos acompanhados por muitas latinhas de cervejas e, claro, um bom papo.

Aqui me conhecem por Careca, Henrique me conta passando a mão na cabeça raspada a navalha, sou curitibano e cheguei na ilha há quatro anos para trabalhar numa pousada. Sou também artista plástico e já fiz vários trabalhos, normalmente painéis com mosaicos, para vários estabelecimentos em Noronha.

Aí eu pergunto: Careca como você define Noronha? Mas não vale dizer que é um paraíso. Cara, é qualidade de vida. Estou fazendo o que gosto, aqui é muito tranquilo, moro num sitio sem vizinhos por perto, respiro este ar marinho e todo dia o almoço ta aí, é só pegar. Alem de sempre encontrar gente interessante pra papear.

Opa, obrigado pela parte que me toca. Valeu pelo almoço, Careca. E também afirmo: como é bom encontrar essas figurinhas carimbadas pelas quebradas que costumo frequentar…

3 Comentários leave one →
  1. sábado, 22 agosto, 2009 @ 4:32 pm 4:32 pm

    Oi Hélio.

    Muito boas suas fotos de Noronha, melhor ainda suas experiências por lá. Eu adoro o lugar e (sendo pernambucano, ou seja, é “minha terra”) tento ir lá pelo menos 1 vez por ano, mesmo não tendo ido ainda à vela (aberto a convites). Esse ano acho que não vou conseguir manter a meta, já que vou fazer uma viagem longa justo na época da Refeno. Ano que vem certamente. 🙂

    Das fotos, essa útlima me lembrou uma das que eu tirei por lá.

    http://www.flickr.com/photos/magf/sets/72157607061783057/

    Grande abraço.

    Curtir

    • domingo, 23 agosto, 2009 @ 8:49 pm 8:49 pm

      Marcelo,
      Grato pelo comentário. Só conhecia suas fotos na socoh.net, mas você também tem pérolas no Flickr, já te adicionei como contato. Parabéns.
      Este ano também não volto ao paraíso na Refeno. Da próxima vez em Recife te procuro.
      Grande abraço e bons ventos sempre,

      Curtir

Trackbacks

  1. É bom pra cachorro « MaraCatu Weblog

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: