Pular para o conteúdo
Anúncios

Careca de saber

sexta-feira, 16 outubro, 2009 @ 12:07 am

Quem é este careca? Foto © Hélio Viana

Protetor solar é importante, mas a cor da roupa também.

Eu to careca de saber que as cores básicas, como a vermelha por exemplo, são as ideais para usar quando for ser filmado ou fotografado, mas cientistas da Universidade Politécnica da Catalunha, da Espanha, publicaram n0 Industrial & Engeneering Chemistry Research uma pesquisa onde concluíram que nos tecidos de algodão, as cores são uma das variáveis mais influentes na proteção contra a radiação ultravioleta.

Isso significa o seguinte: o fator ultravioleta de proteção (UPF – ultraviolet protection factor) é bastante afetado pela cor na qual uma peça de roupa está tingida.

Então quer se proteger da radiação ultravioleta? Escolha roupas vermelhas e azuis para sair do barco em dias de sol.

Agora uma coisa é certa: careca é a evolução da espécie. Qual a razão, hoje, para tantos pêlos?

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. sábado, 17 outubro, 2009 @ 6:29 pm 6:29 pm

    Acho que passas a ser o responsável pela escolha da cor do veleiro.

    Curtir

  2. segunda-feira, 19 outubro, 2009 @ 9:17 pm 9:17 pm

    Conde,

    Como você deve ter visto nas fotos, o MaraCatu é azul escuro, quase preto.
    Esquenta muito, mas tem lá suas vantagens: sai do lugar comum – a maioria dos barcos são brancos -, parece que fica maior e o interior mofa menos, por conta da circulaçao do ar.
    Também gosto de barcos pintados de verde escuro.

    Bons ventos sempre,

    Curtir

  3. terça-feira, 20 outubro, 2009 @ 1:44 pm 1:44 pm

    O que eu quis dizer foi….fiquei com vontade de pintar o meu de vermelho, até porque andava indeciso entre…..azul,verde,preto e vermelho (estou a falar do casco) e a cabine de branco velho ou como é que raio se chama aquela cor, que não é bem branco sujo mas para lá caminha!, dai a responsabilidade do Hélio , já que eu não sabia das propriedades do vermelho em relação aos UV.

    Curtir

    • segunda-feira, 2 novembro, 2009 @ 10:37 am 10:37 am

      Conde,

      Qualquer tinta escura perde o brilho com o tempo (desbota, o sol queima) e necessita de um polimento pelo menos 1 vez por ano.
      Da última vez que pintamos o MaraCatu foram dadas 6 demãos de tinta, depois muita lixa e dois polimentos – veja detalhes no album de fotos da reforma aí do lado.
      Bons ventos sempre,

      Curtir

  4. Reinaldo permalink
    terça-feira, 3 novembro, 2009 @ 10:29 am 10:29 am

    Hélio,

    Uma curiosidade, vc passou verniz após o P.U (casco)?
    Te pergunto porque fiz 6 demãos de P.U e 3 de verniz resistente a U.V, com muita lixa entre as demãos, acho que ficou legal, mas, só o tempo dirá.

    Abs,

    Reinaldo

    Curtir

    • quarta-feira, 4 novembro, 2009 @ 10:44 am 10:44 am

      Reinaldo,

      Quando pintei o barco a 1ª vez, sim, mas me arrependi.
      Como a construção foi em mutirão, todos os cascos saíam em gel branco. Daí pintamos com PU e aplicamos um verniz (PU incolor) que com 2 anos “rachou” todo. Depois o químico, que formulou também a cor azul escuro, nos confessou que o verniz ficou muito “duro”.
      Da segunda vez que pintamos, há 10 anos atrás – antes de nos mudarmos para bordo, não aplicamos verniz. Usamos a Internacional que desbotou em + ou – 4 anos.
      Veja detalhes da 3ª pintura no álbum de fotos da Reforma do MaraCatu.

      Bons ventos sempre,

      Curtir

  5. terça-feira, 3 novembro, 2009 @ 4:43 pm 4:43 pm

    Reinaldo, uma ideia maluca (afinal, tenho que alimentar a fama do portuga!) e um mastro em inox!!?. Respeitando mais ou menos o tipo de perfil (normalmente oval) e se o correspondente em aluminio tiver 4 mm de espessura eu podia utilizar o inox por exemplo com 2.5 mm (devido ao peso e beneficiando de uma resistencia maior do inox). O que me passou pela cabeça….cortar ao meio um tubo de 200 mm de diametro e acrescentar de cada lado uma banda com a medida necessária para imitar um mastro de aluminio com capacidade para aquele barco. Até podia acrescentar um reforço oval de metro a metro no interior. Que tal?.

    Curtir

  6. Reinaldo permalink
    terça-feira, 3 novembro, 2009 @ 5:26 pm 5:26 pm

    Conde,
    A idéia não é de todo maluca, mas, para barcos pequenos (menores que 60′) no meu ponto de vista, é inviável.
    Vou listar alguns problemas que EU vejo, não significa que estou certo, ok!
    Premissa:
    Quanto menos peso acima da linha d’àgua melhor para a estabilidade do barco. Quanto maior a “altura” que este peso estiver do centro de gravidade, maior será o braço de alavanca e maior será a instabilidade.

    Esta é uma verdade que pode ser constatada fisicamente, a partir desta premissa passo meus pontos de vista:

    – Os mastros em alumínio são estrudados, ou seja, são um perfil “moldado” a partir de um billet, com geometria própria e SEM solda, sendo que a canaleta da vela (reta) é o calcanhar de Aquiles de qualquer mastro.
    – Um bom perfil de mastro não é redondo, é geometricamente parecido com o bordo de ataque de uma asa de avião.
    – Para fazer algo parecido em inox vc teria que ter uma prensa viradeira, as mais comuns têm 3 metros de mesa, logo, seu mastro seria emendado a cada 3 metros.
    – Para conseguir soldar de topo estes “gomos” a espessura da chapa teria que ter no mínimo 2,50 mm, que pesa 20 Kg/m², sem contar os reforços internos que vc teria que soldar na região das emendas.
    – Um dos problemas é que 2,50 mm de espessura não serão suficientes para aguentar os esforços solicitantes, quanto maior a espessura maior será o peso.
    – Outro problema seria o canal da vela, não conseguiria um canal tão reto como o de alumínio,já que sua peça seria feita por partes e haverá deformação durante a soldagem, teria que partir para um trilho externo para a vela, mais peso.
    – O mastro em inox seria algo como um Frankstein enfeiando seu barco e não teria os ajustes que tanto utilizamos durante a velejada, com a flexão do perfil de alumínio, e a instabilidade do barco seria bem maior.
    Se quer inovar parta para a fibra de Carbono, ai sim vc terá um mastro diferenciado.
    Acho que é isso.

    Abs,

    Reinaldo

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: