Skip to content
Anúncios

O brinco do pirata

terça-feira, 27 julho, 2010 @ 12:07 am

Lúcia, depois de muito esforço, coloca o brinco em Hélio

Perdi meu brinco, uma argola de ouro pequenininha que já estava em minha orelha há bastante tempo. Lúcia, do veleiro Avoante, me ouviu choramingando pelos cantos do Iate Clube do Natal e me fez uma baita surpresa. Ela sabia que eu queria um brinco em forma de manilha, mas tinha que ser de ouro pois tenho alergia a outros metais (chique né?).

Então Lúcia mandou fazer um sob medida e me deu de presente! Ela avisa que aceita encomendas e despacha para todo o Brasil. O preço eu não sei, que é indelicado perguntar valor de presente, mas é só entrar em contato com ela por e-mail clicando aqui.

Brinco de manilha, pode ser usado até no mastro do barco Dizem que essa moda de cabra macho usar brinco começou com os piratas. Principalmente os do Caribe que, influenciados pelos espanhóis, usavam grandes argolas. Era moda na Espanha do Século XVI o uso de brincos por homens.

Naquela época os piratas, depois de uma curta carreira de ruindades, terminavam enforcados e a maioria era morta no mar. Reza a lenda que se o corpo desse em terra, o brinco seria usado por quem o achasse para fazer um enterro digno. Daí quanto maior o adereço, mais pompa teria o funeral.

Nos dias de hoje, no inicio da década de 1 990 o Clube São Cristóvão, no Rio de Janeiro, virou uma central de construção amadora de veleiros. Além dos oito projetados por Cabinho que estavam sendo feitos pelo Sindicato Ajuricaba num galpão enorme, havia ao lado um galpão menor onde Luis e Marli reformavam o Green Nomad e o casal Bob e Doris terminava a construção do Doris, ambos os projetos Van de Stadt de 36 pés.

Bob, em pé, vendo a instalação do trincaniz Num fim de tarde, depois do serviço, Bob – na foto ao lado vendo a instalação da trincaniz no MaraCatu -, veio me perguntar o que eu achava dele usar brinco e qual orelha deveria furar?

Respondi que homem fura a orelha esquerda. Esse mito surgiu também com os piratas. Dizem que era por causa do arcabuz. Imagine se o pirata usasse um brinco do lado direito e como a maioria era destro, cada vez que o cão da espingarda batesse na espoleta, poderia acertar a argola e arrancar um pedaço da orelha.

Foi aí que Bob me falou muito serio que então existem dois tipos de homens que usam brinco: os piratas ou os gays. E como hoje não existem mais piratas…

Como diz o colega blogueiro Anselmo Gois: é, pode ser…

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. neusa permalink
    terça-feira, 27 julho, 2010 @ 7:26 pm 7:26 pm

    Taí, gostei desse brinco. É a sua cara!!!

    Curtir

  2. agnaldo permalink
    terça-feira, 27 julho, 2010 @ 8:23 pm 8:23 pm

    outra lenda do mar é de que só merece usar quem cruzou o cabo Horn.

    Curtir

  3. segunda-feira, 15 novembro, 2010 @ 2:06 am 2:06 am

    Neusa,

    Grato, também achei que combina comigo. Espero te encontrar em Bracuhy.

    Agnaldo,

    Reza a lenda que o marinheiro que cruza o Horn tem o direito de usar brinco e colocar os pés na mesa da rainha. Mas não sei se é verdade.

    Bons ventos pros dois, sempre

    Curtido por 1 pessoa

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: