Skip to content
Anúncios

Caras – Náutica 2011 – a regata

segunda-feira, 28 fevereiro, 2011 @ 11:19 pm

ZhuoNavegandoCruzeirista de carteirinha não é muito chegado a regatas, mas, em compensação, gosta muito de festas. E a Regata Ilha de Caras – Revista Náutica, em síntese, é uma grande festa. Na raia tem aqueles que levam a coisa a serio – este ano o fita azul e campeão na ORC internacional, a mais competitiva, foi André Mirsky do Caio Sony, um Judel Vrolijk de 48 pés tinindo de novo -, mas a maioria está mais a fim de uma boa velejada e ver quem chega primeiro na tradicional feijoada.

Pescando Fotografando

Para você ter uma ideia, tinha até gente curricando durante a competição, um crime inafiançável numa equipe de ponta. E o grito para pedir passagem, quando dois barcos estão em rota de colisão, que é um sonoro ÁGUA, foi substituído por cerveja. Alguns, mais animados, chegaram a gritar… tequila! Fora os tripulantes relapsos que no calor da disputa esqueciam os timãos, adriças e escotas para fotografar (me incluo nesta classe).

Excel ExcelSemMastro

MartaPara o nosso deleite, Éolo compareceu. O vento estava na cara, pra quem tem cabelos chegava a assanhar a cabeleira, mas não tão forte assim que derrubasse mastros. Infelizmente foi o que aconteceu com o Excel, o esforço arrancou o fuzil com antepara e tudo e a jaqueira caiu inteira n´água. Um dos tripulantes chegou à festa com o pé esquerdo imobilizado, mas calma, nada a ver com o acidente e sim resultado de uma antiga tendinite.

IzabelA Caras – Náutica é internacional. O veleiro argentino Kalymera, do RYC, ficou em primeiro na classe cruzeiro, a mais numerosa com 55 barcos inscritos. Los hermanos estavam tão excitados que nem esperaram um dos botes que faziam o translado para a Ilha da Gipóia e foram a nado. Nós corremos no Zhuo, o Delta 36 do casal Geraldo e Marta – impecável, com o esmalte verde nas unhas combinando com a camiseta -, e chegamos em 37º lugar, coladinhos em Izabel Pimentel que, vestida com a camisa da regata enfiada por cima de uma camisola, enfiada por cima de uma calça preta, mais parecia uma menina levada, ou a Nega Maluca – aquela boneca feita de pano. Só mesmo sendo maluca pra cruzar o Atlântico num barco de 6,50 metros. Não uma nem duas, mas quatro vezes!

Não saia daí. Amanhã eu conto como foi a feijoada.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. tangatamanu permalink
    terça-feira, 1 março, 2011 @ 7:51 am 7:51 am

    Fala sério: perder o mastro na regata de Caras??! Se ele for pra Refeno vai chegar a nado?? hehehe

    Curtir

    • sábado, 12 março, 2011 @ 10:53 am 10:53 am

      Ricardo,

      Felizmente ninguém se machucou. Mas como dizem os americanos shit happens…
      Quanto ao Excel, é só concertar, afinal barco é igual a copo: lavou e emborcou, tá novo.
      Bons ventos sempre,

      Curtir

  2. alexarui permalink
    domingo, 6 março, 2011 @ 1:20 pm 1:20 pm

    Grande comentario .

    Felizmente so houve danos materias mas pode acontecer a qualquer um. Bem otima festa grande cobertura da regata a por lembrar da perna ja esta bem melhor pronta pra outras regatas grande abraco

    Alex arui tripulante do Excel

    Curtir

    • sábado, 12 março, 2011 @ 10:56 am 10:56 am

      Alex,

      Realmente uma grande festa. Grato pelas palavras.
      Que bom que a perna já tá ok, agora só falta arrumar o barco.
      Bons ventos sempre,

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: