Pular para o conteúdo

Curso de marinização – estudar é um bom começo

sábado, 10 setembro, 2011 @ 2:08 pm

salvadorVira e mexe recebo e-mail de gente querendo se iniciar no mundo náutico, pedindo um rumo a seguir e dicas de por onde começar. Pensando nestes marinheiros de primeira viagem, mas que já foram mordidos pela cobra d´água, levantei aqui alguns tópicos que espero sejam enriquecidos na caixa de comentários.

Na foto ao lado um típico neófito, o Capitão Pane Seca, mas que hoje, marujo esforçado, já sai sozinho em seu Brasília 32´.

Para começar, ler é um bom começo. Leia tudo sobre náutica que lhe cair nas mãos. Dos relatos de viagem, o que mais gosto é o Aventuras no Mar, livro póstumo do xará Hélio Setti Jr que conta as “andanças, amores e peripécias de um velejador boa-praça”. Pra comprar livros pela internet procure a Moana e a Livraria Náutica na nova sessão Páginas Amarelas do Radar (no menu aí em cima, ao lado da Sala Rádio). Lá você encontra também os barcos que estão girando pelo mundo com brasileiros a bordo (hoje são mais de 40) e os blogs por onde costumo navegar de vez em quando.

CapaAventurasNoMarNa Estante do MaraCatu (link acima) você encontra micro-resenhas do que andei lendo por esses dias. Use e abuse da função Pesquisa aqui na coluna da direita, abaixo dos Parceiros do blog: um bom começo é achar os posts do “Curso de Marinização”. Ah sim, e seja um leitor impulsivo e um comentador compulsivo aqui do MaraCatu Weblog. Afinal, como diria a colega blogueira Malla, o blog existe pra isso: celebrar afinidades.

Use todo seu tempo livre para velejar. Frequente as marinas e os iates clubes, onde sempre tem comandante necessitando de tripulantes para uma simples velejada ou uma regata. Regata não é minha praia, mas é uma boa escola pra aprender a fazer o barco render. Mesmo cruzeirando preguiçosamente por aí, ajustar as velas direitinho é uma boa. Se não vejamos: navegando a cinco nós numa perna de 500 milhas, se aumentamos a velocidade do barco em dois nós, serão quase dois dias a menos no mar. O que significa mais tempo tomando cerveja e conhecendo gente bacana na segurança de um porto. Dizem por aí que “o pessimista reclama do vento, o otimista acha que o vento vai mudar e o realista regula as velas”. Simples assim.

CLVela

Faça um curso numa escolinha de vela. Na Marina da Glória, no Rio, tem a C&L de Cintia e Lula, em Ilhabela a BL3 é uma boa escola. Ou saia para um cruzeiro-escola no Fram de Felipe Aidar ou no Aquabom de Marc Douziech, só pra citar alguns (links no Radar). Comece nos monotipos, aqueles barquinhos ariscos que vão lhe deixar encharcado, mas rapidamente você vai aprender a “sentir” suas reações. Depois parta para os de oceano, onde você se molha com mais conforto.

Alugar um barco, fazer um charter, é uma ótima idéia. Nas férias ou nos feriadões aproveite para “testar” a maior variedade possível de barcos antes de se decidir pela compra. Aqui em Angra tem várias opções. Ou então saia com um comandante experiente como Marçal do veleiro Rapunzel, Christina do Aquarela ou Fabinho do Planckton (de novo, só pra citar alguns e os links estão no Radar).

Programe suas férias para coincidir com os grandes eventos náuticos, como os promovidos pela ABVC e a REFENO – Regata Internacional Recife Fernando de Noronha. É possível participar dessas festas náuticas mesmo sem barco, esses eventos disponibilizam Bolsa de Tripulantes, que funciona, mas… tenha cuidado, nem sempre é um mar de rosas.

Por hoje é só. Amanhã tem dicas para escolher o primeiro barco.

4 Comentários leave one →
  1. hugo vidal permalink
    domingo, 11 setembro, 2011 @ 9:25 am 9:25 am

    Helio, gostei do Capitão Pane Seca, em 5 anos de mar isso nunca me aconteceu, o Maruja esta sempre abastecido, mas já tentaram me apelhidar de capitão Controle Remoto, só porque gosto de navegar com os Instrumentos, ai se der Pane Eletrica,, ferrouuuuuuu. Estamos começando a nossa subida no proximo dia 15, de um pitaco de nosso blog; http://veleiromaruja.blogspot.com
    abraços bahianos

    hugo e Catarina

    Curtir

    • terça-feira, 13 setembro, 2011 @ 1:54 am 1:54 am

      Meu Capitão Controle Remoto,

      Bem-vindo à blogosfera. Dei uma passada por lá e gostei do que ví. Um ótimo espaço pra mostar o que estão vivendo e os filhos e amigos poderem acompanharem a subida até o Caribe.
      Já coloquei um link na sessão Gira Mundo do Radar. Olha a responça, hein? Vai ter que manter atualizado (pense num trabalhão…).

      Bons ventos na subida pra Recife e parabéns para a nova Arraes Catarina,

      Curtir

  2. quinta-feira, 17 novembro, 2011 @ 12:10 am 12:10 am

    Otima iniciativa, é de grande importância estes textos para quem quer se aventurar em comprar um veleiro, ou mesmo morar em um… em breve quero voltar a Angra para ver como é a vida a bordo e ver se é o que realmente quero.

    Abraços. Ledson

    Curtir

    • sexta-feira, 2 dezembro, 2011 @ 10:39 am 10:39 am

      Ledson,

      Bem-vindo a bordo. Apareça sempre que vira e mexe deixo dicas para os marinheiros de primeira viagem.
      No seu site vi que você curte moto. Um casal amigo, Bel e Bob do veleiro Bicho Vermelho (link de fotos no Radar), rodam o mundo levando uma Hondinha a bordo. O melhor do dois mundos: mar e estrada. Uma boa opção quando o barco é grande o suficiente.

      Bons ventos, e trilhas, sempre

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: