Pular para o conteúdo

Pirenópolis – o Santuário Vagafogo

terça-feira, 1 novembro, 2011 @ 5:17 pm

VagafogoJatoba

O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil (alguém aí sabe qual é o primeiro?). Não à toa se espalha por doze estados e ocupa 22% do território nacional. São árvores retorcidas, campinas e muitos rios. É uma espécie de savana, a mais biodiversa do nosso planeta azul (vale notar que dados recentes mostram que quase metade do Cerrado já foi desmatado!).

Eu já falei aqui que o bom de viajar com quem conhece a região, é que não precisamos nos preocupar com o próximo programa. E no terceiro dia em Pirenópolis, a boa pedida foi visitar o Santuário de Vida Silvestre Vagafogo, a primeira Reserva Particular do Patrimônio Natural do Estado de Goiás e uma das seis primeiras criadas no Brasil.

Nosso anfitrião na Vagafogo foi o filho dos donos, o também motociclista Uirá. Os pais dele, Evandro Ayer e Catarina Schiffer, são ex-hippies e lhe transmitiram suas experiências quando moraram em comunidades pras bandas dos Estados Unidos. Daí, talvez, o seu nome – que na língua tupi significa pássaro ou ave -, e a leveza e o bom-humor com que toca o negócio da família: uma mescla de preservação da natureza com educação ambiental, lazer, esporte de aventura, paz e qualidade de vida.

VagafogoHelio

Dos 46 hectares da fazenda, 17 são preservados. Deixamos de lado os esportes de aventura – arvorismo, rapel, salto do primata e o pêndulo – e preguiçosamente fizemos uma trilha leve de 1,5 km até uma piscina natural no rio Vagafogo, que dá o nome à reserva e nesta época do ano está com pouca água. O ponto alto do passeio foi ficar um tempo na sombra de um jatobá de estimados 300 anos. O bicho é enorme, e ainda está crescendo! Ou pelo menos engordando, seu tronco tem rachaduras profundas que provam esta teoria. Já eu estou achando que meu genro Bené é um bruxo. Estudioso e adepto do candomblé, a religião que tem por base a anima (ou alma) da Natureza, passou uns bons minutos agarrado à frondosa árvore e chegou a conversar com ela!

VagafogoAnima

No meio do caminho vamos descobrindo as peculiaridades do Cerrado. Alguém já ouviu falar de capitão, marinheiro, curriola, joão mole, boca de cabra, maminha de porca e banha de galinha? Pois são árvores e arbustos dessa área! Ou “pé de pau”, como se generaliza lá na Paraíba. Pra completar os nomes estranhos ainda tem as frutas cagaita e gabiroba e o cipó apropriadamente chamado de escada de macaco.

E o melhor de tudo veio depois, clica aí se tiver curiosidade.

VagafogoBrunch

Foi um brunch, que pra quem não sabe significa um café da manhã perto da hora do almoço, com mais de 40 itens aproveitando os frutos do Cerrado e produtos de agricultura orgânica.

É pantagruélico, senão vejamos: Pães: integral, branco, pão de mel; Geléias: 10 sabores; Chutneys: 5 sabores; Queijo fresco; Requeijão: 3 sabores; Requeijão cremoso; Requeijão caipira; Omelete; Pão de queijo; Biscoito de queijo; Broa de milho; Salada de frutas; Granola; Mel; Coalhada; Chanclish; Pasta de pequi cremoso; Manteiga; Waffle; Tortinha de banana com chantilly; Carne; Farofa cearense; alho frito; 2 sucos; Café; Leite; Toddy e chá. Ufa! Caí de boca nas laminas de lagarto redondo com chanclish (um queijo árabe que não conhecia) e me deliciei com a broa, crocante por fora e molhadinha por dentro. Um verdadeiro pitéu.

Depois deste rega-bofe a saída foi se esparramar no redário e tirar uma soneca até passar o calor cerradiano.

A Vagafogo é pertinho de Pirenópolis, fica apenas a 5 km do centro histórico,  numa altitude de 750 m, na posição 15º 49´ S – 48º 59´30´´ W e no site do Santuário tem o mapa do tesouro.

2 Comentários leave one →
  1. Odorico permalink
    sábado, 5 novembro, 2011 @ 5:14 pm 5:14 pm

    ISSO AQUI TÁ + PRÁ BLOG ETILGASTRO DO QUE NAÚTICO. TÔ FORA!

    Curtir

  2. segunda-feira, 7 novembro, 2011 @ 12:59 pm 12:59 pm

    Odorico,

    O blog do MaraCatu é também sobre viagens, não necessariamente de barco. É como um diário de bordo onde relato o que estou vendo-vivendo-experimentando. A ideia é fazer desse espaço um local de encontro, como a mesa de um bar. Mas se não está curtindo, o X do alto da tela é serventia da casa.

    É sempre uma pena perder um leitor, mas acredito que, neste caso, quem vai sair perdendo é você. Se mudar de ideia, apareça de novo que vez ou outra escrevo sobre temas outros que não etilgastro.

    Em todo o caso, bons ventos sempre

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: