Skip to content
Anúncios

Os 18 anos do MaraCatu

sexta-feira, 20 janeiro, 2012 @ 11:59 pm

MaraCatu18anos

Os anglófonos, aqueles que têm o inglês como língua materna, tratam os barcos no feminino, por “she”. Eu acho um charme. Os veleiros deveriam mesmo ser tratados no feminino, pois são como as mulheres: exigem atenção, carinho e dão o maior prazer (não vou dizer que também dão despesas, pois não sou marxista, digo, machista – desculpe, acabo de chegar do BowTeco).

Hoje, dia de São Sebastião, 18 anos atrás, o MaraCatu foi pra água pela primeira vez. Está uma moça linda, viçosa em sua pouca idade, e nos deu muitas alegrias em todos esses anos – com um pouquinho de trabalho, que ninguém é perfeito. O último lift, como toda jovem mulher vaidosa, foi em 2007. As fotos da cirurgia estão aqui, mas vou logo avisando: se você não está acostumado com cenas fortes, é melhor não olhar.

HelioMiguelA festa de aniversário foi concorrida. Arrumada de ultima hora, a equipe do BowTeco se esmerou e ainda deu tempo de Salete fazer um bolo que, no fim, deu para comemorar triplamente: os 18 anos do MaraCatu, a chegada do meu netinho Miguel e o aniversário de um tripulante do Guilherme que estava fazendo sete anos (desculpe, não sei escrever o nome do barco, nem anotei o nome do aniversariante. Eu já falei que acabo de chegar do BowTeco?). Existe a tradição, pelo menos vi num filme dos Três Patetas, de se fumar um charuto para saudar um recém-nascido. Pois foi o que fiz em homenagem ao meu netinho: acendi um Danidoff Special «R», feito à mão na Republica Dominicana.

Mas vamos voltar pro rumo da prosa, para a razão deste post.

OChampanhe

Em 20 de janeiro de 1994 a água estava muito suja no canal assoreado entre a sede náutica do Clube São Cristóvão e a Ilha do Fundão, no fundo da Baía de Guanabara. Mas o MaraCatu nem ligou, o mergulho foi tranquilo. Só houve um pequeno susto: por falha minha, deixei cair o leme, que deu o maior trabalho para ser resgatado na água quase pastosa. Mas antes, teve muita festa com todo o Sindicato Ajuricaba reunido, vários amigos e os filhos Pablo e Fernando, que vieram comemorar com um champanhe o “quase” fim da obra.

PrimeiraNavegada

Foi, também, a primeira vez que o MaraCatu navegou. Uma perna bem curtinha, do Clube São Cristóvão, onde ele foi construído, até a Ilha do Governador. É muito estranho timonear um veleiro com o mastro amarrado no convés, sem a quilha e com o um leme de fortuna, bem menor que o de projeto, por conta do pouco calado na saída do canal. Por sorte o mar estava calmo e o pouco vento, que soprava na cara, era fraco. Foi emocionante.

MaraCatuJardimGuanabara

Depois do primeiro mergulho o MaraCatu foi arrancado da água por um guindaste do Jardim Guanabara, um iate clube bem mais estruturado. Note que ele está sem quilha, o leme é provisório e ainda não foi pintado com a tinta anti-incrustante. Era quase o fim da obra, que durou seis longos anos. Depois ainda tivemos que terminar de montar o interior, instalar a quilha e o mastro, fazer a instalação elétrica… Quem falou em fim da obra?

Se eu faria de novo? Acho que não. Foi uma experiência que mudou a minha vida, aprendi muito, o Ajuricaba continua como uma família, mas acho que hoje, com a idade que tenho, eu compraria um catamarã pronto pra velejar. Uma coisa é certa: construtor amador tem memória curta e uma semana depois do MaraCatu ter ido pra água, eu já tinha esquecido as agruras da construção.

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. sábado, 21 janeiro, 2012 @ 12:46 pm 12:46 pm

    …parabens ao Maracatu… desejo que ainda lhes proporcione prazeres ainda não alcançados!!! ah!! e esse boneco da nestlé ai ta apontando pro Bowteco… 🙂 🙂

    Curtir

  2. sábado, 21 janeiro, 2012 @ 4:11 pm 4:11 pm

    Parabéns a vocês três. Se fosse fácil qualquer um faria.
    Em respeito ao devido respeito; as aeronaves também são tratadas no feminino, e as mesmas questões: sempre muito homem por perto, precisa ser tratada com carinho e a despesa é inevitável…
    Abraços

    Curtir

  3. sábado, 21 janeiro, 2012 @ 6:41 pm 6:41 pm

    Feliz tudo para o Maracatu e sua intrépida tripulação!!!

    Curtir

  4. José Guilherme P. de Moraes permalink
    domingo, 22 janeiro, 2012 @ 12:14 pm 12:14 pm

    OLA HELIO…O aniversário foi do Rafael..amigo do Éric…..e o nome do meu novo barco é VIVERE AUDE…ousa viver em latim…..espero ter pelo menos mais 18 anos ao lado do MARACATU..para vc aprender o nome…..Abraços eu amigo….Guilherme

    Curtir

  5. Fininho Zuretta permalink
    domingo, 22 janeiro, 2012 @ 1:01 pm 1:01 pm

    Porque sera que todo o construtor pensa em ter um catamaran prontinho???

    Curtir

  6. segunda-feira, 23 janeiro, 2012 @ 12:17 am 12:17 am

    Hélio e Mara!! PARABÉNS pro MaraCatu!!

    Muita saúde, paz e alegrias pra toda a tripulação.

    No Carnaval Jamille, André e eu estaremos em Paraty. Quero ver se consigo dar um pulo por ai pra dar um abraço em vocês.

    Abraços.
    Fernando Previdi

    Curtir

  7. Neusa Brasilina Vieira permalink
    segunda-feira, 23 janeiro, 2012 @ 11:48 am 11:48 am

    O Maracatu já é pura história. E que venham muitas outras por aí, pois é muito bacana ver o carinho e o prazer de vocês com a vida a bordo . Parabéns Hélio e Mara!!
    Beijão

    Curtir

  8. miriam permalink
    segunda-feira, 23 janeiro, 2012 @ 7:13 pm 7:13 pm

    Oi Mara e Helio, parabéns, pelos 18 anos do Maracatu. Eita bichinho arretado esse, né não! bjs miroca

    Curtir

  9. Tangata Manu permalink
    segunda-feira, 23 janeiro, 2012 @ 9:00 pm 9:00 pm

    Vida longa ao MARACATU

    Curtir

  10. José Torquette permalink
    segunda-feira, 23 janeiro, 2012 @ 11:15 pm 11:15 pm

    Parabens Helio.
    Parabens Mara.
    Outro dia vc disse que adorou um ipad e ganhou um.
    Agora anda dizendo adorar um catamarã. Tá querendo gahar um?
    Rzzz.

    Curtir

  11. miriam permalink
    terça-feira, 24 janeiro, 2012 @ 11:38 am 11:38 am

    ESQUECI DE DIZER PAAAARAAAAAABEEEEEEEENNNNNNNNSSSSSSSSSSSSSS VOVOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!!!!!!! BENVINDO MIGUEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    miroca

    Curtir

  12. terça-feira, 24 janeiro, 2012 @ 4:32 pm 4:32 pm

    Pessoal, nosso muito obrigado pelos parabéns e votos de vida longa ao MaraCatu.

    Algumas considerações:

    Sim, o boneco é no BowTeco. Um dedo ideal pra coçar o ouvido.
    Os aviões, não entendo porque quem é do ramo chama de aeronave, como os barcos, também levam uma luz verde por boreste, uma encarnada por bombordo e uma branca na cauda.
    Este blog também é cultura: acabo de aprender que “ousa viver” em latim é “vivere aude”.
    Um catamrã é a evolução normal, depois, com a idade, será um trawler.
    No carnaval estaremos na região de Paraty, mas de barco.
    Vou me comportar direito este ano pra ver se Papai Noel me presenteia com um catmarã, que não precisa ser grande, um 38 pés já basta.
    Sim, Miguel passa bem, obrigado.

    E a todos bons ventos sempre,
    da intrépida tripulação

    Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: