Skip to content
Anúncios

Mais um Belov

segunda-feira, 13 maio, 2013 @ 6:55 pm

Fraternidade

Aleixo Belov acaba de escrever seu 6º livro, o 4ª Volta ao Mundo – a bordo do veleiro-escola Fraternidade. Eu li e até participei de um trecho de sua última expedição, que, pela primeira vez, levou outras pessoas a bordo, o que acabou virando o principal tema da obra. Como já falei aqui, embarquei no Sudão, no Mar Vermelho, e fui testemunha da emoção de Aleixo ao chegar com seu veleiro a Ucrânia, no Mar Negro, o país onde nasceu.

Talvez por ter tido menos tempo para as anotações, já que estava sempre preocupado com tanta gente a bordo, o navegador baiano, desta vez, se mostrou menos inspirado. As situações se repetem e ele reclama pra caramba. Não que a viagem tenha sido um mar de rosas para o velho lobo do mar, que, como todo navegador solitário, tem suas idiossincrasias.

AleixoBelovRBS

Depois do lançamento no Rio Boat Show, no domingo, no já tradicional “Dia da Vela”, agora é a vez da Bahia. O coquetel será na próxima quinta-feira, 16, no Yacht Clube, com direito a exposição de fotos, pinturas e esculturas coletadas em suas circum-navegações.

ConviteAleixoBelov

Aleixo é meu amigo, mas já li Belovs melhores. De qualquer forma vale a leitura, porque a navegação também está presente e o livro, de 271 páginas, ilustrado com trocentas belas fotos, ainda traz um vídeo documentário em DVD. Fiquei lisonjeado por ele ter escolhido para a capa, uma foto que tirei do Fraternidade durante o teste de mar na orla de Salvador (a mesma que abre este post). Para mim, o mais importante foi que Belov conseguiu mudar a vida de alguns de seus alunos, como fez Daniel de Oliveira, seu amigo de priscas eras, quando lhe presenteou uma máscara de mergulho.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. segunda-feira, 13 maio, 2013 @ 9:07 pm 9:07 pm

    Infelizmente não poderei ir ao lançamento em Salvador, você tem informações de onde será vendido depois?

    Curtir

  2. Cibele Aguiar permalink
    quinta-feira, 30 maio, 2013 @ 6:58 pm 6:58 pm

    Espero que o Sr. Belov faça outras viagens com o veleiro escola. Sonho em estar a bordo do Fraternidade aprendendo a infinidade de coisas que ele tem a ensinar!

    Curtir

    • Cibele Aguiar permalink
      segunda-feira, 3 junho, 2013 @ 12:58 pm 12:58 pm

      Já de posse do livro, que comecei a ler ontem, percebo o descontentamento do Sr. Belov com os alunos, ao menos com a maioria deles. Nota-se que o prazer de transmitir conhecimento não parece superar a insatisfação de não encontrar o mesmo prazer no mar que encontrou em suas outras viagens. Uma pena… o projeto do veleiro escola é lindo até no nome. Nada mais fraterno do que transmitir o que se sabe. Espero que esta decepção inicial não o faça desistir de fazer mais alguma (s) viagem (viagens) a bordo do Fraternidade.

      Curtir

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: