Skip to content
Anúncios

Com quantos paus se faz uma fateixa?

domingo, 12 agosto, 2012 @ 5:05 pm
by

FateixaMundau

Eu já vi muito marinheiro de primeira viagem jogar a âncora e tomar ferro ao esquecer-se de prender a amarra ao barco. Isso também acontece navegando, como quando fui convidado de honra na viagem inaugural de um Samoa 29 irmão gêmeo do MaraCatu. Na primeira ondinha ouviu-se um barulho de corrente na ferragem de proa e não houve mais nada a fazer. O comandante até hoje jura de pés juntos que a âncora estava amarrada . Daí ela foi embora, sozinha, para o fundo de lodo da Baía de Guanabara. Pois é, acontece…

Perdeu a âncora? Pois não entre em pânico. Dá pra safar a onça com uma fateixa, como a da foto acima tirada em Mundaú, vilazinha a menos de 150 km de Fortaleza. É uma espécie de âncora artesanal, que equipa jangadas e canoas de pescadores. São quatro pedaços de pau na vertical, com uma pedra grande e pesada no meio, mais duas estacas de madeira na horizontal, formando ganchos. Tudo mais ou menos amarrado com pedaços de corda. Se funciona? Pergunte pra qualquer cearense…

Mais uma coisa: taquipariu, âncora não se joga, se larga! Depois de uns metros de filame n´água o barco “porta pela amarra”, ou seja, a âncora unha no fundo e afila a proa na direção do vento. Não se esqueça de largar mais um tanto de cabo para completar cinco vezes a profundidade do fundeio e dar um toque com o motor engrenado à ré, para conferir se a âncora não garrou. Tirando as palavras difíceis ancorar até que é simples, não é?

Anúncios
No comments yet

Em que você está pensando? Deixe seu pitaco.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: